Verbo
Verbo

VERBO 2011


7a edição da mostra anual de performance arte VERBO

A Vermelho apresenta, de 12 a 15 de julho, de 2011, a sétima edição da mostra de performance arte VERBO.

As onze ações criadas por artistas brasileiros e estrangeiros que integram o programa da Verbo 2011, foram selecionadas a partir de mais de duzentos projetos recebidos durante os meses de dezembro de 2010 e março de 2011. Participam da Verbo 2011 Lot Meijers [Amsterdam/Holanda], Grupo Fratura [Rio de Janeiro/Brasil], Annie Vigier e Franck Apertet [Paris/França], Andresa Soares e Ricardo Jacinto [Lisboa/Portugal], Mauricio Ianês [São Paulo/Brasil], Amelia Winger-Bearskin [Nashville/EUA], Rose Akras e Rob Visser [Amsterdam/Holanda], Eva Schippers [Amsterdam/Holanda], Bernardo Stumpf [Rio de Janeiro/Brasil], Marco Paulo Rolla [Belo Horizonte/Brasil] e Nir De Volff / TOTAL BRUTAL.

Mais silenciosa, a Verbo 2011 apresenta trabalhos contundentes como Um e Outro Silêncio de Maurício Ianês. A ação remete a trabalhos anteriores do artista, como MND ou VOIE/ VOIX. Como nas esculturas, Ianês e mais cinco homens criam em Um e Outro Silêncio um jogo de espelhos a partir a obra "Ohio Impromptu" de Samuel Beckett.

Marco Paulo Rolla, por sua vez, distorce a ação em Uma Canção na Vitrola. Como é de hábito na obra do artista, objetos do cotidiano e fora de uso são re-significados quando confrontados com o corpo, criando imagens nostálgicas e melancólicas.

No dia 12 de junho, data de abertura da mostra, a holandesa Lot Meijers apresenta o seu The Dinner. Na ação, sete atores ocupam uma mesa de jantar e estabelecem diálogos sem um script pré-definido. Já em Run, Baby, Run a também holandesa Eva Schippers retoma seu alter ego performativo She-Man. Criada pela artista em 2010, a personagem é uma heroína que concentra questões relacionadas com a urgência.

A dupla de coreógrafos franceses Annie Vigier e Franck Apertet retorna a Verbo com Caster - peça coreográfica para espaço expositivo. Na ação, a dupla organiza um sistema hierárquico que questiona a posição autoritária tradicional do coreógrafo criando dinâmicas que contam com a participação do público.

A partir de fragmentos de textos de um caderno manuscrito, de uma sequência de pequenos filmes em super8 e de um único desenho, os portugueses Andresa Soares e Ricardo Jacinto apresentam IN A REAR ROOM - um tributo. Como o próprio nome já diz, a ação é um tributo a alguém de identidade desconhecida, mas que descreveu com minúcia um conjunto de experiências singulares, algumas delas, de origem patológica.

Do Rio de Janeiro, Bernardo Stumpf que participou da edição de 2010 da Verbo, retorna à mostra com Uh… This is not what you’re thinking, peça que dá continuidade a sua pesquisa acerca dos processos e procedimentos que detonam o movimento. O grupo Fratura, também do Rio de Janeiro, apresenta Contrato, acervo de publicações que poderão ser trocadas pelo público por objetos de uso pessoal.

Os interessados em participar da ação Performance for an Audience of One da americana Amelia Winger-Bearskin, deverão agendar sua participação com antecedência enviando um email para [email protected]. Como o título do trabalho já revela, trata-se de uma ação para apenas um observador-participante, que poderá escolher a partir de um menu a ação que deseja compartilhar com a artista. Winger-Bearskin apresenta Performance for an Audience of One nos dias 12 e 14 de julho, das 20 às 22h.

Movement with a rest product : space de Rose Akras dá início a uma séria de ações que apontam para o espaço como resultado do movimento dos corpos.

O coreógrafo israelense radicado em Berlim Nir de Volff apresenta What a Mess, ação que revela dinâmicas ligadas aos conflitos políticos e culturais que caracterizam sua ascendência.

VERBO 2011 – AGENDA

Terça, 12 de junho, das 20 às 22h
Fratura – Contrato
Annie Vigier e Franck Apertet - Caster
Lot Meijers – The Dinner
Amelia Winger-Bearskin - Performance for an Audience of One

Quarta, 13 de junho, das 20 às 22h
Fratura – Contrato
Mauricio Ianês – Um outro silêncio
Andresa Soares e Ricardo Jacinto – In a Rear Room: um tributo

Quinta, 14 de junho, das 20 às 22h
Fratura – Contrato
Rose Akras - Movement with a rest product: space
Eva Schippers – Run, Baby, Run

Sexta, 15 de junho, das 20 às 22h
Fratura – Contrato
Marco Paulo Rolla - Uma Canção na Vitrola
Bernardo Stumpf - Uh… This is not what you’re thinking
Nir de Volff / TOTAL BRUTAL – What a Mess