Exposies

DE 26/11/2016 - 21/01/2017 A

 

(2016)

Marilá Dardot
Diário

Entre 8 e 30 de janeiro de 2015, Marilá Dardot realizou um vídeo por dia, a par¬tir de impactantes manchetes de jornais Mexicanos.

No vídeo de enquadramento estático, a artista aparece escrevendo com água as manchetes sobre um grande muro de concreto que, aquecido pelo sol, fazia sumir instantaneamente as mensagens ao evaporar a água usada como tinta. Dardot parece tecer um comentário sobre a efemeridade do impacto causado pelas notícias. Quando visto com os 7 canais simultâneos, “Diário” evidencia a tentativa hercúlea de tentar dar atenção a gravidade das informações compar¬tilhadas no muro.

Obra criada durante residência na Casa Wabi, em Oaxaca, México.
Entre 8 e 30 de janeiro de 2015, Marilá Dardot realizou um vídeo por dia, a par¬tir de impactantes manchetes de jornais Mexicanos.

No vídeo de enquadramento estático, a artista aparece escrevendo com água as manchetes sobre um grande muro de concreto que, aquecido pelo sol, fazia sumir instantaneamente as mensagens ao evaporar a água usada como tinta. Dardot parece tecer um comentário sobre a efemeridade do impacto causado pelas notícias. Quando visto com os 7 canais simultâneos, “Diário” evidencia a tentativa hercúlea de tentar dar atenção a gravidade das informações compar¬tilhadas no muro.

Obra criada durante residência na Casa Wabi, em Oaxaca, México.

Um filme de Marilá Dardot

Câmera e captação de som: Marilá Dardot
Montagem, tratamento de imagem e tratamento de som: Pedro Veneroso