Exposies

Um, Nenhum, Muitos

DE 11/08/2016 - 17/09/2016 A

 

(2016)

A segunda exposição individual de Carmela Gross na Galeria Vermelho, Um, Nenhum, Muitos, se organiza em torno de 4 obras: Figurantes (2016), 13 Passantes (2015/2016), Darlenes (2014) e Bando (2016).

Figurantes
O painel luminoso vermelho de LED, Figurantes (2016), de Carmela Gross, instalado na entrada da Galeria Vermelho, se assemelha aos tantos que se encontram usualmente em bares, lojas e postos de gasolina com anúncios. Só que aqui, ao invés de produtos e serviços, o painel apresenta um cortejo insólito de dúbias figuras. São aquelas listadas por Marx, em O 18 de Brumário de Luís Bonaparte (1852), como membros da Sociedade 10 de Dezembro, constituída de biscateiros, arrivistas, herdeiros arruinados, vagabundos e desocupados de toda ordem: batedores de carteira, ex-presidiários, vigaristas, rufiões decadentes e muitos outros... O resgate luminoso deste grupo peculiar de ativistas políticos, estampado no painel de LED montado pela artista, reatualiza outros grupos que vieram na esteira deste, e aponta para tantos mais em circulação nas cidades contemporâneas.

13 Passantes
Numa sala adjacente, encontra-se a animação em vídeo 13 Passantes (2015/2016), que traz pequenas figuras feitas de fita adesiva preta sobre um fundo de papel quadriculado. As figuras se deslocam de um extremo ao outro da tela. O equilíbrio frágil de suas linhas ressalta e singulariza distintos modos de andar e atravessar “o palco iluminado” da projeção.
Para a montagem de 13 Passantes, a Galeria Vermelho conta com o apoio da Epson que gentilmente cedeu um projetor PowerLite Pro G6900WU para a exibição do filme.

Darlenes
A sala 1 da galeria é ocupada pela instalação Darlenes (2014), constituída de duas cancelas de estacionamento. Usualmente a cancela sinaliza a passagem ou a interdição para os carros. Só que aqui, não. Estas são cancelas para pedestres que podem delas se aproximar e manejá-las, como quiserem, para outros significados.
As hastes mecânicas são comandadas a distância por um controle remoto à disposição de quem passa. O movimento de subir e descer das hastes desdobra e estende uma massa informe de tecido vermelho, desenhando no espaço um grande X. As hastes podem ser novamente acionadas e voltar à posição inicial, desfazendo o desenho em vermelho. Pode-se repetir este processo todas as vezes que se quiser.

Bando
Na sala 2, 78 desenhos dispostos lado a lado formam um ambiente propício a projeções imaginárias de várias ordens. Compõem uma multidão de bichos, feitos de manchas verdes que evocam vultos de animais, situados em meio a campos acinzentados feitos de rabiscos de grafite. Eles cercam, feito uma horda à espreita, quem está de passagem pela sala.