Exposies

DE 22/11/2003 - 20/12/2003 A

 

Modos de Usar é o resultado de um seminário sobre a questão da participação na arte, organizado pela crítica de arte e curadora Lisette Lagnado. A reflexão surgiu a partir da leitura do ensaio "Valor e Afeto" de Toni Negri. Os conceitos de "trabalho imaterial" e de "economia da atenção" foram usados como pontos de partida para uma discussão acerca da participação nas práticas artísticas. "Modos de Usar" procura evidenciar como o artista propõe o outro e integra esse usuário, absorvendo sua subjetividade e sua alteridade. Esses rendez-vous com os artistas tinham como objetivo analisar as mudanças operadas com as proposições artísticas dos anos 60-70.

Em encontros semanais desde setembro, a curadora trabalhou com os participantes e a equipe da Galeria algumas palavras-chaves para alavancar os debates: afeto; amador; economia; efêmero; imaterial; infância; fetiche; instruções; jogo; não-artista; negócio; participação; poder; sedução;
souvenirs; troca; turista; etc.

Participam da exposição: Alexandra Pescuma, André Komatsu, Angela Detanico e Rafael Lain, Carlos Siffert, Chiara Banfi, Edilaine Cunha, Fabio Morais, Gisela Motta, Giuliano Montijo, João Nitsche e Pedro Nitsche, Laércio Redondo, Leandro Lima, Maíra Voltolini, Marilá Dardot, Maurício Ianês, Neka Mena Barreto, Nicolás Robbio, Paulo Nenflídio, Rivane Neuenschwander, Rodrigo Matheus, Roni Hirsch e Giovana Gregolin, Sara Ramo, Eliane Testone

Maurício Ianês, Sara Ramo, Laércio Redondo e Eliane Testone desenvolveram projetos baseados no modelo de rendez-vous: os artistas convidam o público para participar de um encontro na galeria, a fim de participarem da execução de suas obras. O resultado será acrescentado aos outros trabalhos expostos.