Exposies

Fabio Morais - Museu de Letras / Marilá Dardot - A Biblioteca de Babel

DE 07/12/2005 - 28/01/2006 A

 

"Museu de Letras", de Fabio Morais, faz parte das pesquisas desenvolvidas pelo artista em Paris, através de uma bolsa concedida pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP), na Cité dês Arts. Morais fotografou, ao longo do rio Sena, entre o Museu do Louvre e o Museu D'Orsay, em Paris, árvores que tiveram seu tronco escrito com nomes e frases. Segundo o artista, essa alameda de árvores tatuadas funciona como um museu que acumula registros, conservando caligrafias, alfabetos e idiomas, e que cresce naturalmente na medida em que mais nomes e frases vão sendo inscritas nos troncos, configurando um museu vivo. Tentando documentar essa situação de forma fiel, o artista imprimiu as imagens das árvores sobre madeira, construindo uma analogia entre a imagem e seu suporte, entre o real e sua representação. A idéia do “Museu de Letras” abrange também outros trabalhos, nos quais o artista escreve através da colagem retiradas de cartas, bilhetes e cartões postais, constituindo um mostruário de diferentes caligrafias.

Há algum livro que você gostaria de compartilhar com o mundo?
A partir desta pergunta, Marilá Dardot convida o público para participar de sua instalação “A Biblioteca de Babel” . Há um mês a artista coleta livros emprestados considerados indispensáveis em qualquer biblioteca. O projeto pretende constituir um acervo provisório de livros que serão carimbados e disponibilizados em estantes, no primeiro andar da galeria, para consulta interna. Os visitantes que quiserem poderão acrescentar seus volumes ao projeto, de forma que o número inicial de livros aumentará ao longo da exposição. Após o encerramento de “A Biblioteca de Babel” , todos os livros serão devolvidos aos proprietários. Além dos livros, a biblioteca acomodará também os vídeos “Prefiro sim”, “A cada dia”, plantas e mobiliário para leitura.

Fabio Morais, 30. Exposições Individuais: Fabio Morais. Galeria do Sesc Paulista, São Paulo. 2003; Retrato V.T.D. Galeria Vermelho, São Paulo. 2003. Exposições Coletivas: Verbo. Galeria Vermelho, São Paulo. 2005
Dezenhos: A-Z. Coleção Madeira Corporate Services, Ilha da Madeira, Portugal. 2005; O retrato como imagem do mundo. MAM, São Paulo. 2005.

Marilá Dardot, 32. Exposições Individuais: Bolsa Pampulha: Marilá Dardot. Museu da Pampulha, Belo Horizonte, MG. 2004; Projeto Castelinho, Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho, Castelinho do Flamengo, Rio de Janeiro. 2002; Projeto Pampulha. Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte, MG. 2002. Exposições Coletivas: Panorama da Arte Brasileira. MAM SP. 2005; Prêmio Marco Antônio Vilaça. Brasília, São Paulo, RJ, Recife. 2005; Educação, Olha. A Gentil Carioca, Rio de Janeiro. 2005; Premiados da 5°Edição do Prêmio Sergio Motta. Paço das Artes, São Paulo. 2005.