Exposies

Coletiva - CA-BRA

DE 04/11/2011 - 19/11/2011 A

 

Projeto Ca-BRA: Centro América - Brasil

(2011)

A Vermelho apresenta, de 04 a 19 de novembro de 2011, o projeto residência CA-BRA que conta com trabalhos de jovens artistas da Costa Rica, El Salvador, Nicarágua, e do Brasil, criados durante o processo da residência em Belo Horizonte. Além disso, permanece em cartaz até 12 de novembro, a individual Quase Aqui de Daniel Senise, e a instalação Casamento Sagrado de Marco Paulo Rolla,

Criada pelo CEIA - Centro de Experimentação e Informação de Arte,MG, em parceria com Espira La Espora, iniciativa de artistas nicaraguense e com a Fundação Clóvis Salgado, MG, a residência CA-BRA integra o projeto Conversas desenvolvido pelo CEIA durante todo o ano de 2011, em Belo Horizonte. O projeto conta ainda com uma residência para artistas locais, um ciclo de seis palestras gratuitas e o lançamento de uma publicação. Segundo os coordenadores do CEIA Marco Paulo Rolla e Marcos Hill, um dos objetivos principais do projeto é preparar o terreno para um evento maior que ocorrerá em 2012, intitulado “Permeabilidade entre as diversas linguagens artísticas na atualidade”. O evento pretende “promover diálogos possíveis entre as várias expressões midiáticas e estimular o intercâmbio entre artistas”.

Participam do projeto CA-BRA os artistas Denise Aguilar Huezo (El Salvador), Jullissa Moncada e Alejandro Flores (Nicarágua), Javier Calvo e Fabrizio Arrieta (Costa Rica), Carolina Caliento, Guilherme Peters, Fernando Pirata (SP, Brasil), Marcos Davi, Inácio Ribeiro Mariani, Raquel Versieux e Sara Lambranho (Belo Horizonte, Brasil). Durante aproximadamente vinte dias, os 12 artistas trabalharam em um atelier coletivo, em Belo Horizonte, criando a partir de suas experiências individuais e de conversas com Dora Longo Bahia (SP – Brasil), Marco Paulo Rolla (MG – Brasil) e Marcos Hill (MG – Brasil).

Sobre o CEIA
Fundado em 2001 pelo artista Marco Paulo Rolla e pelo historiador da arte Marcos Hill, o CEIA - Centro de Experimentação e Informação de Arte tem como objetivo estimular atividades ligadas à criação e à divulgação da arte atual, promovendo intercâmbios diversos que reúnem em Belo Horizonte, artistas de várias partes do Brasil e do mundo. “O Visível e o Invisível na Arte Atual” foi o primeiro deles, em 2001, resultando numa publicação. Em 2003, foi a vez da “Manifestação Internacional de Performance (MIP1). O conteúdo do evento está registrado na segunda publicação do CEIA, “MIP - Manifestação Internacional de Performance” (2005). Realizado entre 2004 e 2005, o projeto experimental Espaços Cegos – Blind Spaces foi implementado pelo CEIA em conjunto com PULSE [Africa do Sul], e propôs uma troca de idéias e práticas intermediada pela Vídeo-Arte. A publicação, contendo um DVD com os vídeos de oito videomakers, foi lançada em 2006. “Pintura além da Pintura” foi o quarto evento promovido pelo CEIA, em 2006, contando com ateliês coletivos, mostras de filmes e um ciclo de palestras. Durante os 30 dias de duração do projeto, a pintura foi praticada e discutida, alargando, com isso, sua existência no momento atual. Em 2009, o CEIA realizou a segunda edição da “Manifestação Internacional de Performance”, com presença de mais de sessenta artistas brasileiros e estrangeiros, e contou com palestras, workshops e mostra de performances. Em 2010, o recorte curatorial foi dado pelo desenho como destaque da discussão. Todas as atividades desenvolvidas pelo CEIA são gratuitas, e seu publico inclui estudantes, professores e interessados na troca de experiências, aquisição e produção de conhecimento acerca da arte atual. Para mais informações, favor ligar para Marco Paulo Rolla 31 8753-1628, ou para Marcos Hill 31 8636-4549.